Ecotox 2021

O Ecotox 2021 é um evento de 4 dias com uma variedade de oportunidades de treinamento, networking e aprendizado. Você não pode perder este evento se estiver interessado em atualizações na pesquisa ambiental, discussões sobre metodologias e desenvolvimentos regulatórios. Cerca de 1.000 pesquisadores, reguladores, gerentes e técnicos, da academia, empresas e governo, representando todos os Estados brasileiros e vários países, oferecem uma oportunidade única de networking e de colaboração cruzada que vão além dos dias de evento.

Em 2021 o tema do ECOTOX-2021 será “A Contribuição da Ecotoxicologia para as metas da Agenda 2030”. O foco será estimular a discussão entre Academia, Empresas e Poder Público, sobre a contribuição desta ciência multidisciplinar para o atendimento à Agenda 2030 proposta pela ONU para o Desenvolvimento Sustentável. A ciência desempenha um papel fundamental na implementação dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) endossados pela comunidade global. Dentro desta temática, espera-se discutir alguns dos ODS mais ligados a questões ambientais. Assim, quando discutirmos a fragilidade de ecossistemas terrestres frente a novos compostos ou a defensivos agrícolas, estaremos atrelados a ODS 2 (Fome zero e agricultura sustentável). Ou podemos discutir a ODS 3 (Saúde e bem-estar) quando abordarmos questões de saúde humana relacionados a contaminantes presentes no solo, água e ar, bem como os impactos da degradação de habitats. Boa parte, se não a totalidade de nossa atuação dentro das áreas da Ecotoxicologia, possuem ligação direta aos objetivos da agenda 2030. De métodos de tratamento de efluentes e a proteção de corpos hídricos receptores (ODS 6 – Água potável e saneamento), passando  pelos efeitos da poluição sobre a vida marinha (ODS 14 – Vida na água), ou os efeitos da poluição em organismos aquáticos e terrestres (ODS 15 – Vida terrestre. Tudo fica claro quando pensamos nos objetivos de nossas pesquisas e linhas de atuação.

Enfim, nossa proposta no ECOTOX-2021 é discutir qual é a nossa participação e responsabilidade como pesquisadores, gestores ou empresários para o bem-estar social e ambiental, e o estabelecimento de diretrizes em políticas públicas e o desenvolvimento sustentável. Para responder a esta e outras questões, teremos quatro dias imersos em discussões entre diferentes setores da sociedade (academia, governo e iniciativa privada).